segunda-feira, 28 de março de 2011

Bad Religion comemora 30 anos de Puro Punk Rock.



Poucas bandas podem chegar aos 30 anos de carreira com o gás de 18. Nesse quesito podemos facilmente encaixar o Bad Religion que, depois de passar por altos e baixos, consegue comemorar três décadas de serviço prestado ao punk. E o que é melhor: em grande estilo, lançando dois albums para comemorar a tal façanha, o BR 30 years live, e o The Dissent of Man, 15º álbum de estúdio da banda.



"The Dissent of Man" segue a linha do último CD, "New Maps of Hell", lançado há três anos. Amadurecido, com canções mais melódicas, além de harmonias mais acentuadas, o novo disco é exemplo do caminho que o doutor em paleontologia, Greg Graffin (vocalista) decidiu traçar para a sua banda: fidelizar os fãs mais antigos e conquistar novos adeptos do hardcore politizado que exibe em suas letras.



No Brasil, o disco só chegou agora no início do ano. O álbum inicia com as faixas "The Day The Earth Stalled", "Only Rain" e "The Resist Stance". As três canções têm uma pegada mais pesada, bem ao estilo das composições dos primeiros discos, justamente para agradar aos fãs mais velhos. Mas o trabalho é mais do que isso, ele traz canções para refletir sobre o rumo do mundo que começou a tremer como nunca.


Apesar de Graffin lançar livros sobre anarquia e a história da evolução, as letras do Bad Religion não pregam a anarquia, a revolução ou a violência. Eles preferem utilizar a música para fazer críticas políticas e sociais. É o caso da letra de "The Resist Stance", incluída no novo disco, que diz: "Sementes de rebelião pairam do lado de fora da sua porta / Se você alimentá-las e regá-las elas irão crescer saudáveis. Mas para que? / E se a revolução não for o que está na loja? /Como você pode se importar mais?".
O professor Graffin sabe muito bem passar sua mensagem, não é preciso saber inglês para endenter isso, basta escutar BR no volume máximo.










Foto acima eu tirei durante turnê de 30 anos ano passado em NY, Irwing Plaza, por sinal um dos melhores show que já assisti. BR rules!!!

2 comentários:

Joka disse...

MUITO, MUITO BOM !!! ABRAÇO BINHO

Nathan Campos disse...

Faaaaala binho, reconheço teu bom surf desde minha primeira visita ao filme Surf Adventures I, com aquele cabelo louco! HAHA, não sou adepto do surfing,(sim do bodyboarding) mas admiro as belas ondas e manobras pesadas.

Bad Religion é uma ótima banda de punk rock, sendo que... Cá entre nós, Ramones são os mestres, rs.

BAD fuckin' RELIGION!

Abç!